Pemba

  • Pemba

    A cidade de Pemba (Moçambique) e Reggio Emilia (Itália) se encontram pela primeira vez em 1970, quando a primeira delegação de FreLiMo (Movimento de Independência de Moçambique contra o colonialismo português) visitou a cidade de Reggio Emilia e assinou – em 02 de julho de 1970 – o Acordo de Geminação entre o Hospital Santa Maria Nuova de Reggio Emilia e o Hospital Central de Cabo Delgado (Pemba).

    Samora Machel (o primeiro Presidente de Moçambique Independente) é hospedado na cidade de Reggio Emilia em 1973, durante a Conferência Internacional de Solidariedade com Angola, Guiné Bissau, Moçambique e São Tomé. A amizade e as atividades de intercâmbio e a hospitalidade são os elementos verdadeiros dessa aliança. Políticos, funcionários públicos, médios, enfermeiros, usuários dos hospitais, pessoas comuns, professores e muitos outros profissionais estiveram envolvidos nesta aliança.

    Uma delegação liderada pelo Presidente de Câmara de Reggio Emilia, Renzo Bonazzi, foi a Maputo em 25 de junho de 1975, devido a Independência de Moçambique; nestes dias  o Presidente Samora Machel propôs a assinatura de um Pacto de Cooperação e Amizade com a cidade de Pemba, assinado na cidade moçambicana em 02 de julho de 1975.

    Graças a estas realizações teve inicio uma série de iniciativas internacionais relativas à promoção dos primeiros projetos de parceria, à formação em âmbito profissional e à promoção cultural.  Vários intercâmbios culminaram em meados dos anos 80, com o lançamento do primeiro grande projeto de cooperação descentralizada e multissetorial entre a Itália e Moçambique: Noi con Voi. Todas as escolas do território foram mobilizadas, bem como associações e autoridades locais: a comunidade era a protagonista. Foram organizadas várias publicações e exposições para narrar à cultura de Moçambique e a chegada do navio de ajuda de Reggio Emilia em agosto de 1986, no porto de Pemba, se transformou em uma grande festa popular.

    A cidade de Pemba implementou diversos projetos relacionados ao “Noi con Voi” fortalecendo os serviços da cidade e apoiando a criação de negócios, também na área agrícola

    Desde 1997, a cidade Pemba participa dos Jogos Internacionais “Del Tricolore”, organizados a cada quatro anos em Reggio Emilia, por meio do envio de delegações de jovens atletas.

    Com o novo milênio, a cooperação entre as duas cidades teve um novo ímpeto. Foram realizadas diversas ações concretas de cooperação: foi construído e implementado o Centro de Saúde e Maternidade no bairro Eduardo Mondlane; realizou-se o projeto Chapa – Serviço Público de Mobilidade Urbana – vinculando o centro de saúde às áreas rurais e foram inaugurados oito poços resultantes de um programa de intercâmbio na agricultura.

    Em 2004, iniciou-se um intercâmbio entre algumas escolas primárias de Reggio Emilia e Pemba e reforçaram-se as oportunidades de discussão sobre a educação. Com o projeto Educa (projeto europeu que iniciou em 2011), e depois com o projeto Educa for all, a educação torna-se um tema central na relação entre as duas comunidades. Dentro do projeto EDUCA, os intercâmbios e contatos são multiplicados e a cidade brasileira de Belo Horizonte participa junto com Pemba e Reggio Emilia.

    Mama Graça Machel aceitou o convite para falar na Conferência final do projeto Educa em 2015, diante dos representantes de Pemba, Belo Horizonte e Reggio Emilia, enfatizando o papel da educação no crescimento das comunidades locais e em todo o mundo.

    A relação entre Pemba e Reggio Emilia continua ainda hoje com novas colaborações e uma diversificação dos objetivos: desenvolvimento econômico, apoio ao desenvolvimento rural e a agricultura, planejamento urbano, promoção cultural, turismo sustentável e a educação de qualidade para todos.